sexta-feira, 1 de abril de 2011

o que é real.



Sátántangó
Béla Tarr (1994)



La vie est un roman
Resnais (1983)

2 comentários:

Álvaro Martins disse...

Colossal e digo mais, uma das grandes obras-primas de todos os tempos.
Estou muito ansioso pelo novo :)

Sabrina D. Marques disse...

Não posso senão subscrever tudo, caro Álvaro!