segunda-feira, 15 de abril de 2019

#freeassange

A PRISÃO DE JULIAN ASSANGE • GIORGIO AGAMBENRevista punkto



Conheci Assange há dois anos na embaixada do Equador em Londres e pensando em tudo aquilo que ele me contou durante o nosso encontro creio que podemos perceber porque foi hoje preso. Assange referiu que estava a investigar o uso que a Google se preparava para fazer da imensa quantidade de informação de que dispunha. Tratava-se, segundo Assange, de vender às companhias de seguros e aos Serviços secretos dados sobre os interesses, desejos, consumos, estado de saúde, leituras, em suma, a vida em todos os seus aspectos de milhões de indivíduos. Segundo Assange – e eu creio que podemos partilhar a sua opinião – isto significaria um aumento sem precedentes das possibilidades de controlo dos poderes económicos e policiais sobre os seres humanos.  O que está em causa na prisão de Assange não é, portanto, simplesmente o desejo de punir as investigações anteriores da Wikileaks, mas impedir a investigação em curso, que evidentemente é percebida pelas partes interessadas como uma ameaça. É também por esta razão que devemos expressar sem reservas a nossa solidariedade com Assange.


Sem comentários:

Enviar um comentário