quinta-feira, 18 de outubro de 2018

um alargado estudo sobre poliestupidez

''Chroma-Key video matting makes arms of Alwin Nikolais dancers seem to float in space'' 
GENE YOUNGBLOOD, Expanded Cinema

''O Daniel é de facto um académico brilhante. Não só porque é precursor dos estudos sobre poliamor em Portugal, como conseguiu através de uma metodologia relativamente simples provocar uma oportunidade para o desenvolvimento de um alargado estudo sobre poliestupidez, cuja amostra pode ainda ser repartida entre polimbecilidade das massas humanas que utilizam redes sociais (onde por certo se inclui esta publicação) e a polimediocridade dos órgãos de comunicação social.
Com bem menos método e amostra, muito professor doutor anda por aí a falar de cátedra.''


Marco Ribeiro Henriques


''O mais assustador deste epifenómeno específico do "beijinho aos avós" foi como a maior parte da comunicação social cheirou o sangue de clicks fáceis e criou um monstro facilmente odiável a partir de uma única frase e vídeo de um minuto e replicou ad nauseum sem o mínimo de cuidado deontológico. Sem sequer contactar o Daniel Cardoso, fizeram-lhe um perfil adequado às reacções negativas que teve. De repente criaram alguém odiável sem que realmente soubesse exactamente porquê. Porque lhes mexeu com a emoção da relação avózinha/netinho, como fazem quando falam dos seus cãezinhos? Porque usa cabelo comprido? Porque estava abraçado a um amigo numa marcha LGBT? Porque fotografa shibari - imediatamente rotulado de sadomaso? Tanto faz, o que interessa é que foi criado um alvo fácil, de click fácil e nada do que estava em causa na frase, foi realmente discutido.''
Humberto Silva

Sem comentários:

Enviar um comentário