quarta-feira, 22 de agosto de 2018

''afastar o coração de uma morte fácil''

As Bodas de Deus, João César Monteiro (1998)

''
...tive mãos em imensos bolsos, puxei fogo, acendi junto ao rosto de uma vez só mil cigarros, fiz por afastar o coração de uma morte fácil, como os versos, revirando tudo...''
Diogo Vaz Pinto 

Sem comentários:

Enviar um comentário