sexta-feira, 1 de junho de 2018

Eu sei lá se são os chineses.

1)
Oh menina, eu sei lá se são os chineses. Eu sei lá se são os tailandeses ou se são os europeus ou se são os brasileiros ou se são os argentinos ou se são os americanos. Oh menina, eu sei lá, eu quanto mais vejo menos sei. Eu sei lá se é o plano fixo do Straub se é a câmara à medida do homem do Hawks. Eu sei lá se o traveling é uma questão de moral ou se o cinema é a verdade a 24 frames por segundo. Eu sei lá se é a secura dos gestos à Bresson ou se é a evasão elementar do Tarkovsky. Eu sei lá se é o Godard ou o Truffaut, se é o Chaplin ou o Keaton, se é o Ozu ou o Mizoguchi. Eu sei lá se o que falta ao cinema é o vento nas árvores ou os néons do Wong Kar Wai. Já vi o lixo da Vanda feito natureza morta. Já vi as ferrugens do Pollet feitas museu doméstico. Já vi cintilar leite dentro do copo gigante de Hitchcock. Já vi o país-Jaime escrito pelo seu próprio idioma. Já vi Wan evocar anjos e demónios. Já vi os andaimes operáticos de Syberberg, já vi as regressões de Carasco, já vi os transes de Rouch, já vi o pré-ciborgue em Vertov, já vi a vingança de Hal, já vi as mãos de Lang, já vi a ressurreição de Dreyer, já vi as sombras alongadas de Tourneur. Eu sei lá se o que presta é a montagem rítmica ou a montagem empática ou a montagem analítica ou a montagem musical. Eu sei lá se o bom é a nouvelle vague ou o realismo mágico ou o gore erótico ou o avant-garde. Já vi tudo isto reciclado e reembalado e rotulado de homenagem. Oh menina, eu sei lá o que é o cinema (...)

2)
cinema is _____ (any given answer)

Sem comentários:

Enviar um comentário