domingo, 3 de junho de 2018

...Pois pensar é o mesmo que existir.



 The Passenger, Antonioni, 1975

[versos de PARMÉNIDES traduzidos por ALBANO MARTINS]

Pois bem, eu vou falar, e tu escuta e retém as minhas palavras,
que te ensinarão as duas únicas vias do conhecimento que é possível conceber.
A primeira é o que é e que não pode deixar de ser.
É a via da persuasão, companheira da Verdade.
A segunda é o que não é e como é forçoso que não exista.
Digo-te: esta via é uma senda que não se pode percorrer.
Pois não poderás conhecer o que não é
nem exprimi-lo por palavras.

...Pois pensar é o mesmo que existir.

(in 'Antologia da Poesia Grega Clássica', Portugália editora, 2010)

Sem comentários:

Enviar um comentário