domingo, 5 de novembro de 2017

''filmam 'à esquerda' por álibi, porque vivem à direita''

Anatomie d'un rapport ,Luc Moullet, 1976
"Da mesma forma, e a partir das mesmas constatações, eu acredito que não é possível fazer filmes de esquerda verdadeiramente interessantes hoje. A renovação deve vir dos filmes de direita, essencialmente. Porque a esquerda hoje é o conformismo e porque, à parte as pessoas que são verdadeiramente de direita, todo mundo finge ser de esquerda. Vemos assim dessa forma que, geralmente, filmam 'à esquerda' por álibi, porque vivem à direita. No meu caso, como vivo à esquerda, posso me permitir filmar 'à direita'. Ora, além disso, nota-se que, precisamente, os filmes que trouxeram algo novo e interessante recentemente são filmes como os de Jacopetti ou os de Rohmer, que são os verdadeiros filmes revolucionários. Ma nuit chez Maud não é um filme 'engajado' mas, ao contrário, um filme completamente indiferente aos problemas que estão na moda, e que na realidade se ocupa de problemas totalmente desconhecidos pelo cinema contemporâneo. É isso que é importante. É isso que deve purificar nosso esquerdismo e nossa crítica da sociedade."
Luc Moullet entrevistado por Michel Delahaye e Jean Narboni, Cahiers du cinéma no. 216, outubro de 1969, pp. 44-45
(via Sérgio Alpendre/ Bruno Andrade)

Sem comentários:

Enviar um comentário