segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Tempo para nascer e também tempo para viver e morrer


O Chapinhar do tempo
Noémia de Sousa

Tempo para nascer
e também tempo para viver
e morrer

É preciso tempo
para crescer nas coisas sérias
nas coisas mescladas de harmonia
tempo para amar a miséria
e as lágrimas derramadas
nos púcaros sagrados da esperança

É preciso tempo
para ser aquilo que não nos deixam ser
e também tempo para vencermos
as fadigas e indômitas teimas
vazadas em catadupas

É preciso tempo
para se provar à humana criatura
a nossa valia o nosso fervor
na castiça mas chata caminhada
marca vida

É preciso tempo
para se repudiarem
ódio e inveja
arrogância e altivez
e também tempo
para nos identificarmos
com os labirintos crassos
emergidos da dor incompreendida

É preciso tempo
para incondicionalmente
aliarmos os redondeis
e valermos nas tempestades
como também nas honras e lisonjas

Como o chapinhar do tempo
nós seremos e sempre
a filosofia garante do tempo presente.

Sem comentários:

Enviar um comentário