quarta-feira, 8 de março de 2017

8 de Março: Dia do Ser Humano

Marc Chagall, 1911-12, Hommage à Apollinaire, ou Adam et Ève +  Del LaGrace Volcano (self-portrait)

‘‘Feminista é quem quer que reconheça a igualdade e plena humanidade de mulheres e homens.’’ Gloria Steinem

I have a dream. Sonho com o dia em que não haverá Dia Da Mulher, por não ser preciso. A minha verdade é, para muitos, polémica: mas, muito sinceramente e apesar de ensaios e investigações, não sei bem o que distingue uma Mulher de um Homem. Suspeito que muito pouco, para lá das anatomias. Que este dia exista enquanto for necessário sublinhar as distinções, essas factuais e consequentes que - financeiramente, legalmente, socialmente, psicologicamente,... - ainda impedem que ser mulher seja equivalente a ser homem, no que é fundamental para a justa vivência em igualdade. Recordados de que o mundo não é a preto-e-branco e de que, neste espectro de potências (rico, colorido, transfigurador), estamos tod@s e a todas as horas em lugares intersticiais, que o 8 de Março do Futuro seja o DIA DO SER HUMANO. 

Seja esse Humano feminino ou masculino ou neutro ou perneta ou amarelo ou alegre ou melancólico ou tribal ou azul ou vermelho ou rico ou pobre ou africano ou alto ou atleta ou gordo ou gay ou surdo ou insular ou equatorial ou triste ou tenista ou poliamoroso ou anarquista ou professor ou palhaço ou novo ou cego ou ambulante ou protestante ou velho ou vegan ou goês ou árabe ou pintor ou baixo ou médio ou polar ou tigrado ou manchado ou cúbico ou circular ....



Sem comentários:

Enviar um comentário