sexta-feira, 16 de setembro de 2016

forever no more.

Iluminações, Rimbaud

Sem comentários: