domingo, 3 de abril de 2016

o que sobra da utopia soviética - nas paisagens e nos espíritos.








Entre o brutalismo dos antigos monumentos futuristas da Jugoslávia de Tito e os delírios de um velho militar-militante de linguagem versada nos chavões do utopismo soviético, um pequeno grande filme: A Second World (uma dupla realização de Oscar Hudson e Ruben Deschamps). O que fazer com a memória de um corpo levado para a guerra por um país que hoje já não existe? Das antigas promessas de futuro, decalcam-se os novos mapas e o progresso continua pela investigação espacial. Há segundos mundos à escuta, multiversos paralelos, planetas atarefados nas simultaneidades das suas vidas tão semelhantes. A psico-geografia do projecto soviético sobra nos esboços destes papéis que inventam novos planetas com nomes balcânicos. Pois, como no seu betão armado persistem esses monumentos endereçados ao futuro, a natureza constituinte dos ideais é a resistência.

A SECOND WORLD, de Oscar Hudson + Ruben Deschamps (2016)
https://vimeo.com/163010009

Sem comentários: