terça-feira, 2 de dezembro de 2014

Nós e a noite somos uma só carne.


(...) E caímos: Éramos. Somos. Nós e a noite somos uma só carne.(...) Paul Celan

A Streetcar Named Desire, Elia Kazan, 1951


Sem comentários:

Enviar um comentário