quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

a porta da poesia

"Não é uma fuga, é sair do século, calmamente, com elegância, sem sofreguidão, abrindo uma porta e fechado-a."
Gonçalo M. Tavares, em Uma menina está perdida no seu século à procura do pai


A Morte de Empédocles, Jean-Marie Straub & Danièle Huillet, 1987.

Sem comentários: