Aos teus olhos de alvorada.

Leave a Comment
(...)
Depois... — abre os teus olhos, minha amada! 
Enterra-os bem nos meus; não digas nada... 
Deixa a Vida exprimir-se sem disfarce! 
(...)

José Régio


Graham Sutherland's 'Western Hills' (1938-41)


 (Uma Rapariga no Verão, Vítor Gonçalves, 1986)



0 comentários:

Sabrina D. Marques © 2005-2015. Com tecnologia do Blogger.

Archives