segunda-feira, 5 de maio de 2014

Como é que a boa cabeça se faz?


No abismo estarrecido da admiração, questiono-me: Como é que certos autores que publicam tanto têm tempo para ler tanto, em público invocando e estabelecendo tão esclarecedoras conexões, a cada instante?
O nosso tempo é o mesmo mas a sua memória é outra. É um caminho curto dali ao arquivo, que sabe trazer fresca à boca de cena certa passagem lida há muito.
Segue-se a pergunta óbvia: Como é que a boa cabeça se faz?

Sem comentários:

Enviar um comentário