Bobô ?

Leave a Comment


"Como os portugueses em França também comem o seu bacalhau sempre que podem e ouvem a música portuguesa e há ali uma exacerbação do ser português, também os guineenses assim o fazem, porque há uma luta de sobrevivência da sua identidade, étnica e nacional", compara. "http://www.noticiasaominuto.com/cultura/65568/portuguesa-filma-mutila%C3%A7%C3%A3o-genital-n%C3%A3o-como-barb%C3%A1rie-mas-como-acto-civilizacional#.UXisPyvwJ4L

Ouvir música pimba e mutilação genital tem tudo a ver. Na medida em que são actos civilizacionais. Afirma a realizadora Inês Oliveira. 
Por esse prisma, todos os actos são justificáveis a partir do momento em que perpetuam uma prática  do passado no presente? Porque estão amparados pela norma de uma sociedade previamente considerada como civilizada? No Texas executam a pena capital e ali no Campo Pequeno ainda há touradas. Portugal e os EUA são há já muito tidos como países civilizados, mas é por isso que alguma dessas práticas deixa de ser bárbara? 

Não sei o que é que mais (me) envergonha : se esta postura, se esta entrevista.... 

0 comentários:

Sabrina D. Marques © 2005-2015. Com tecnologia do Blogger.

Archives