sábado, 16 de fevereiro de 2013

Há palavras em que ainda se acredita.



A canção de intervenção é uma arma, um instrumento e um meio de dar uma expressão cultural e política aquilo que é mais do que nunca necessário - a crítica social, a capacidade de usarmos a cultura não como uma forma de mascarar a realidade mas como uma chave para abrir um espaço de debate e para nos ajudar também a avançar um pouco mais na descodificação e no exame das próprias realidades. José Barata Moura

Sem comentários: