sexta-feira, 29 de junho de 2012

Oceano Nox

...
Que inquieto desejo vos tortura, 
Seres elementares, força obscura? 
Em volta de que ideia gravitais?
...
ANTERO DE QUENTAL


...
Homem livre, o oceano é um espelho fulgente 
Que tu sempre hás-de amar. No seu dorso agitado, 
Como em puro cristal, contemplas, retratado, 
Teu íntimo sentir, teu coração ardente. 

Gostas de te banhar na tua própria imagem. 
Dás-lhe beijo até, e, às vezes, teus gemidos 
Nem sentes, ao escutar os gritos doloridos, 
As queixas que ele diz em mística linguagem. 
...
BAUDELAIRE
excerto de "O Homem e o Mar", in As Flores do Mal
tradução de Delfim Guimarães


O Ritmo Antigo que Há em Pés DescalçosO ritmo antigo que há em pés descalços, 
Esse ritmo das ninfas repetido, 
Quando sob o arvoredo 
Batem o som da dança, 
Vós na alva praia relembrai, fazendo, 
Que 'scura a 'spuma deixa; vós, infantes, 
Que inda não tendes cura 
De ter cura, responde 
Ruidosa a roda, enquanto arqueia Apolo 
Como um ramo alto, a curva azul que doura, 
E a perene maré 
Flui, enchente ou vazante. 


RICARDO REIS 
in "Odes" 


Festival, Jean-Claude Rousseau, 2010

Sem comentários: