manutenção.

2 comments


Milestones, Robert Kramer, 1975


"A morte continua a ser inacreditável. É uma espécie de milagre mau, milagre invertido ou milagre do avesso, que infelizmente insiste em repetir-se geração após geração. Mas é sempre uma surpresa, apesar deste elemento estatístico que nos dá a ilusão de normalidade; porém morrer não é normal, não pode ser! Quando aceitarmos que a morte pertence ao quotidiano é porque já deixámos cair do bolso da alma qualquer coisa de fundamental; uma espécie de indignação existencial, talvez. A morte vem aí, mas eu protesto, todos protestamos. Não nos indignamos por ter nascido, mas indignamo-nos por morrer. De facto, não é digno, não é honrado, dar e tirar. Sentimo-nos dentro de uma fraude. Como que enganados no negócio de existir. " 
Gonçalo M. Tavares

2 comentários:

Thibault disse...

Super film Milestones !
Sinon t'as vu Doc's Kingdom de Robert Kramer? Ca se passe à Lisbonne, on y retrouve Joao César Monteiro, un jeune Vincent Gallo et le Doc du fabuleux Route One / USA.

Sabrina D. Marques disse...

Oui, J'ai vu Doc's Kingdom. J'aime le cinéma de Kramer. C'est toujours trop fort. J'ai vu récemment son "Notre Nazi", avec Thomas Harlan, et c'était une expérience difficile... Il y a un filme de Kramer "La lutte des classes au Portugal" et un autre de Harlan, "Torre Bela", qui parlent sur la situation du pays après la révolution... Des objets très intéressants et importants à mes yeux.... En fait, nous avons ici un ("alternatif") rencontre cinématographique autour du documentaire qui s'appelle exactement Doc's Kingdom.
"A IDADE MAIOR", le premier film de Teresa Villaverde, réalisatrice portugaise, montre un jeune Vincent Gallo, doublé par Pedro Hestnes (la star de "LE SANG", le premier film de Pedro Costa) C'est drôle de voir !!

Sabrina D. Marques © 2005-2015. Com tecnologia do Blogger.

Archives