Cinema Político em Serralves.

Leave a Comment


programação serralves

ARTE, POLITICA, GLOBALIZAÇÃO - CINEMA


18 JAN - 17 MAR 2011 - AUDITÓRIO
Activismo, cidadania, revolução, utopia, democracia, comunidade, são alguns dos conceitos subjacentes a este programa, estruturado de modo a incluir diferentes formatos – conferências, seminários, conversas, sessões de cinema e projectos performativos – na perspectiva de constituir uma plataforma de pensamento e de acção que cruza fronteiras disciplinares, geográficas e teóricas, sublinhando a relevância do político nas práticas artísticas na actualidade.

"Arte, Política, Globalização" é um programa integrado na Exposição "Às Artes, Cidadãos!", com programação de Cinema, Conferências, Mesas-redondas, Música, Performance, Seminários e Teatro. Para consultar a programação de Música, Teatro e Performance, por favor clique aqui. Para consultar a programação de Conferências, Mesas-Redondas e Seminários, por favor clique aqui.



"LA COMMUNE (PARIS, 1871)", Peter Watkins, 345’, 1999
18 JAN 2011(Ter),18h30 e 21h30 - 1ª e 2ª sessões e 19 JAN 2011(Qua), 18h30 e 21h30 - 3ª e 4ª sessões

Filme-laboratório, orquestrado por Peter Watkins com mais de 200 actores (a maioria nãoprofissionais), "A Comuna" explora os acontecimentos históricos da Primavera de 1871 em Paris, não numa perspectiva comemorativa, mas sim para levantar questões acerca do tempo presente, com particular incidência no papel dos mass media na nossa sociedade.
Para mais informações por favor consulte http://pwatkins.mnsi.net/commune.htm. Esta sessão contará com a presença de Patrick Watkins e Jean-Pierre Le Nestour (Associação Rebond Pour La Commune). O filme é apresentado em 4 sessões, legendado em inglês.

"DISOBBEDIENTI", Oliver Ressler & Dario Azzellini, 54’, 2002.27 JAN 2011 (Qui.), 18h30

"WHAT IS DEMOCRACY?", Oliver Ressler, 118’, 200927 JAN 2011 (Qui.), 21h30

Oliver Ressler é um artista sediado em Viena, Austria, cujo trabalho foca diversos temas sociopolíticos, tais como o racismo, as migrações, a engenharia genética, a economia, as formas de resistência e as alternativas sociais. Vários dos trabalhos resultam de colaborações, tais como Disobbedienti e Comuna Under Construction, com Dario Azzellini ou What Would It Mean to Win?, com Zanny Begg. Para mais informações por favor consultehttp://www.ressler.at/ . Estas sessões contarão com a presença do artista Oliver Ressler.


"COMUNA UNDER CONSTRUCTION", Oliver Ressler & Dario Azzellini, 94’, 2010
"SOCIALISM FAILED, CAPITALISM IS BANKRUPT. WHAT COMES NEXT?" Oliver Ressler, 19’, 2010
28 JAN 2011 (Sex.), 18h30

Estas sessões contarão com a presença do artista Oliver Ressler.


"QU’ILS REPOSENT EN RÉVOLTE (DES FIGURES DE GUERRES)", Sylvain George, 150’, 2010
29 JAN 2011 (Sáb.), 16h00

As condições de vida dos imigrantes em Calais, no norte de França. Uma população em trânsito, filmada ao longo de um período de três anos(2007-2010). O filme revela como a polícia se excede para além da lei. Refugiados, excluídos, imigrantes ilegais e também desempregados são tratados como criminosos, despidos e violentados nos seus mais elementares direitos, reduzidos ao estado de “meros corpos”.

Esta sessão contará com a presença do realizador.


"THIS DAY (AL YAOUM)", Akram Zaatari, 90’, 200330 JAN 2011 (Dom), 18h30

Akram Zaatari explora a condição do Líbano do pós-guerra, recolhendo testemunhos e documentos, focando em particular a mediação dos conflitos pela televisão, e a lógica de Resistência no contexto da actual divisão territorial do Médio Oriente.
"ALL IS WELL ON THE BORDER", Akram Zaatari, 43’, 1997
"IN THIS HOUSE", Akram Zaatari, 30’, 2005
"NATURE MORTE", 11’, 2007
30 JAN 2011 (Dom.), 21h30

Estas sessões decorrerão com a presença da artista.

"THE CROWD", King Vidor, 98’, 19281 FEV 2011 (Ter.), 18h30

Pedro Costa foi convidado a apresentar uma escolha pessoal de filmes no âmbito deste programa. "A Multidão", de King Vidor, retrato do fracasso do sonho americano através da vida de um cidadão anónimo da classe média, e a "Nova Babilónia" de Kozintsev e Trauberg, reconstituição da Comuna de Paris vivida por modestos empregados de um grand magasin de Paris, ambos filmes de finais da década de 1930, a (re)descobrir absolutamente. "Número Zero", de Jean Eustache, é possivelmente o seu filme mais radical: o relato por Odette Robert, a avó cega do cineasta, das suas memórias da vida na aldeia, perturbante pela dura realidade das relações humanas evocadas mas também pela ascética realização. com a presença de Pedro Costa.

"NOVYY VAVILON", Grigori Kozintsev & Leonid Trauberg, 93’, 19291 FEV 2011 (Ter.), 21h30

"NUMÉRO ZÉRO", Jean Eustache, 107’, 19712 FEV 2011 (Qua.), 21h30

Estas sessões contarão com a presença de Pedro Costa.

"MANNMUSWAK", Patrick Bernier e Olive Martin, 2005, 16’
"LA NOUVELLE KAHNAWAKÉ", Patrick Bernier e Olive Martin, 2010, 42’
6 FEV 2011 (Dom.), 16h00

Os filmes de Patrick Bernier e Olive Martin despertam inquietantes interrogações em torno das noções de identidade e de fronteira, agudizadas no seio das populações minoritárias em luta pela sobrevivência, quer se trate de um imigrante africano em Mannmuswak ou de Índios nativos de uma reserva Canadiana em La Nouvelle Kahnawaké.

Esta sessão decorrerá com a presença dos artistas.


"ENQUÊTE SUR LE /NOTRE DEHORS (espaces de friction avec une normalité inquiétante)", Alejandra Riera, 160’, 2003-200711 FEV 2011 (Sex.), 16h00

Alejandra Riera levou a cabo entre 2003 e 2007 uma pesquisa sobra a normalidade, em parceria com a Companhia teatral UEINZZ, sediada em São Paulo, composta por doentes mentais, terapeutas, filósofos e actores. "Enquête Sur Le/Notre Dehors" foi apresentado na Documenta 12 de Kassel. A experiência prossegue em São Paulo, no Brasil, em 2009, numa residência da UEINZZ, documentada em "Histoire(s) Du Présent". 11 FEV, 21h30

"HISTOIRE(S) DU PRÉSENT", Alejandra Riera, 110’, 2007-200911 FEV 2011 (Sex.), 16h00

Estas sessões decorrerão com a presença da artista.


"EAST OF PARADISE", Lech Kowalski, 105‘, 200513 FEV 2011 (Dom.), 16h00

A atenção dada em toda a obra de Lech Kowalski aos pobres, aos oprimidos e aos marginais nasce de uma profunda desconfiança em relação a toda e qualquer forma de poder. Em "East of Paradise", último filme da trilogia “A Arte da Sobrevivência”, Kowalski junta o testemunho da mãe, deportada num campo de trabalho Soviético no princípio da 2ª Guerra Mundial e imagens dos seus filmes anteriores, situados na Nova Iorque underground e contestatária dos anos 1970 e 80. Para mais informações por favor consulte http://www.extinkt.com/

"D’AMORE SI VIVE", Silvano Agosti, 90’, 198213 FEV 2011 (Dom.), 18h30

Uma pesquisa acerca da ternura, da sexualidade e do amor. A ternura sem sexualidade e amor produz hipocrisia. A sexualidade sem ternura e amor produz pornografia. O amor sem ternura e sexualidade produz misticismo. Rodado na cidade de Parma, este documentário de Silvano Agosti (inicialmente uma série de cerca de 9 horas para a televisão) examina nos seus ínfimos pormenores os modos do amor, em particular entre os mais frágeis, os excluídos, os mal-amados. Para mais informações por favor consulte http://www.silvanoagosti.com/

"FACS OF LIFE", Silvia Maglioni e Graeme Thomson, 116’, 200915 FEV 2011 (Ter.), 21h30

20 horas de registos das aulas de Gilles Deleuze em Vincennes (1975-76) difundidas no programa "fuori orario" na Televisão Italiana deram o mote Silvia Maglioni e Graeme Thomson para "Facs of Life" e "Through the Letterbox". Em "Facs of Life" cruzam-se encontros com alguns dos seus alunos de então, imagens do local onde outrora se erguia a universidade e as novas instalações, e os fantasmas de revolução, sido apresentado na Europa e nos Estados Unidos, na Bienal de Whitney Biennial, na Bienal de Liverpool, no Stedelijk Museum (Amesterdão), na Tate Modern, e em festivais como o Ultima (Oslo), Donaueschingen Musiktage, Ars Electronica (Linz), Wien Modern, Maerz Musik (Berlim) ou Mutek (Montreal), entre outros. Colaborou com a Merce Cunningham Dance Company e editou discos com as chancelas Charhizma, Softl, Room 40 e Innova. Em Abril irá apresentar um trabalho paralelo a "rainbow gathering" no MoMa, em Nova Iorque.

"HANDSWORTH SONGS", John Akomfrah, 61’, 1986
"MNEMOSYNE", John Akomfrah, 45’, 2010
24 FEV 2011 (Qui.), 21h30

John Akomfrah co-fundou o "Black Audio Film Collective" em 1982, cujo trabalho foca as questões ligadas à identidade Negra na Grã- Bretanha, procurando formas novas para tratar o tema. O "Black Audio Film Collective" dissolve-se em 1998, tendo Akomfrah prosseguido a sua obra individual desde então, até ao recente "Mnemosyne". Os seus filmes trabalham as questões da memória e do arquivo.

Esta sessão contará com a presença de David Lawson, produtor.

"IN PLACE OF CAPITAL", Zachary Formwalt, 2009, 24’30’’
"AT FACE VALUE", Zachary Formwalt, 2008, 22’30’’
"THE WITNESS", Zachary Formwalt, 2006, 15’35’’
25 FEV 2011 (Sex.), 18h30

As imagens do poder são o motivo central do trabalho de Zachary Formwalt, quer quando examina as fotografias da Bolsa de Londres, por Talbot, ponto de partida para uma reflexão sobre a história paralela da fotografia e do capitalismo em "In Place of Capital"; ou estuda o valor dos selos postais nos anos 1920, signos da instabilidade económica que levaria à Grande Depressão, em "At Face Value"; ou ainda quando perscruta as imagens e o guião dos interrogatórios de Guantánamo disponibilizados no site do Departamento de Defesa Norte-americano, em "The Witness".

Esta sessão decorrerá com a presença do artista.

Black Panthers (programa a anunciar)1 MAR 2011 (Ter.), 18h30

Uma selecção de filmes em torno da história dos Black Panthers, incluindo documentos dos primeiros anos do Partido fundado por Bobby Seale e Huey P. Newton, assim como o recente "In the Land of the Free". Emory Douglas e Robert King, membros destacados do Partido, assim com Billy X Jennings, historiador dos Black Panthers, e Rigo 23, artista presente na Exposição "Às Artes, Cidadãos!" estarão presentes para revisitar aquele que foi sem dúvida um dos mais radicais e importantes grupos activistas americanos do século XX. Programa apresentado em colaboração com a exposição “all power to the people”, ZDB.

"IN THE LAND OF THE FREE", Vadim Jean 84’, 20101 MAR 2011 (Ter.), 21H30

Esta sessão contará com a presença de Emory Douglas, Robert King, Billy X Jennings e Rigo 23.


Black Panthers (programa a anunciar)
2 MAR 2011 (Qua.), 18h30 e 21h30


"FACE A, FACE B", Rabih Mroué, 10’, 2002
"WITH SOUL, WITH BLOOD", Rabih Mroué, 10´, 2003
"I, THE UNDERSIGNED", Rabih Mroué, 7’, 2003
"ON THREE POSTERS", Rabih Mroué, 18’, 2004
"OLD HOUSE", Rabih Mroué, 2’, 2006
"I HAD A DREAM, MOM", Lina Saneh, 45’, 2006
6 MAR 2011 (Dom.), 16h00

Os filmes de Rabih Mroué e Lina Saneh, em continuidade com o seu trabalho performativo, reflectem sobre as marcas dos conflitos no Líbano, inscritas nas narrativas e nos corpos filmados. Recorrendo a todo o tipo de materiais, testemunhos de combatentes suicidas em "The Three Posters", o relato pormenorizado de um sonho, em "I Had a Dream", "Mom" ou a viagem de uma canção, de Cuba até à URSS.

Esta sessão contará com a presença dos artistas.


"FILM SOCIALISME", Jean-Luc Godard, 101’, 20106 MAR 2011 (Dom.), 21h30

Uma sinfonia em três movimentos. Um navio no mediterrâneo e algumas conversas, em diversas línguas, entre passageiros, quase todos em férias. Um velho criminoso de guerra (alemão, francês ou americano?) acompanhado de sua neta. Um jovem filósofo francês (Alain Badiou). Um representante da polícia de Moscovo. Uma cantora americana (Patti Smith). Um velho policial francês. Uma ex-funcionária da ONU. Um agente aposentado. Um embaixador palestino. No fundo, discutem a falência das ideologias de esquerda no início de século 21.

"FILM SOCIALISME", Jean-Luc Godard, 101’, 2010
7 MAR 2011 (Seg.), 21h30 (repetição)

TODAS AS SESSÕES TERÃO LUGAR NO AUDITÓRIO DE SERRALVES.

0 comentários:

Sabrina D. Marques © 2005-2015. Com tecnologia do Blogger.

Archives