CICLO REVOLTAS E REVOLUÇÕES

Leave a Comment

Cartaz Revoltas e Revoluções

REVOLUÇÃO e REVOLTA são palavras difíceis de definir. Não são ‹‹estáveis››. E cada vez menos o são. E cada vez menos as usamos. E cada vez menos moram nas nossas cabeças. Como se o nosso tempo as dispensasse.
Talvez o cinema ajude a perceber o seu sentido. E o que foram aquelas REVOLUÇÕES e REVOLTAS que foi havendo pelos tempos fora. Ou algumas delas. Sem as quais não seríamos o que somos hoje:
Na nossa terra, em Abril, desde 1974, a palavra REVOLUÇÃO vai voltando, mais do que no resto do ano, aos discursos e às conversas, provocando por vezes algumas controvérsias. Por isso, iniciamos este ciclo em Abril. E continuamos por Maio – Maio do 1º de Maio, do Maio 68, do fim da Comuna de Paris… E por Junho, sem conseguirmos, mesmo assim, mostrar tudo o que nos apetecia.
Os filmes sobre REVOLTAS e REVOLUÇÕES que vale a pena ver (ou rever) são muitos. Grande parte, documentários. Mas escolhemos para este ciclo, sobretudo ficções (ou perto disso) a partir de acontecimentos. Abrimos ma excepção para Portugal 1974-1975. Ou mais ou menos clássicos, ou mais ou menos experimentais, ou mais ou menos conhecidos, todos têm, de uma maneira ou de outra, a História dentro. E tentámos aqui aumentar a ‹‹nossa›› História, diversificando continentes, países, épocas, classes sociais, derrotas e vitórias, autores, formas e locais de produção.
E por tudo isto e sobretudo pelo que são que, ainda mais do que nos outros ciclos, estes filmes são debatidos.

Segunda-feira, 4 de Abril, às 21h30
A Greve

de Sergei Eisenstein (1925, 82 min.)

Segunda-feira, 11 de Abril, às 21h30
A Marselhesa

de Jean Renoir (1938, 135 min.)

Segunda-feira, 18 de Abril, às 21h30
Os carrascos também morrem

de Fritz Lang (1943, 134 min.)

Segunda-feira, 2 de Maio, às 21h30
Cenas da luta de classes

de Robert Kramer (1977, 90 min.)

Segunda-feira, 9 de Maio, às 21h30
Gestos e fragmentos

de Alberto Seixas Santos (1982, 90 min.)

Segunda-feira, 16 de Maio, às 21h30
Os malucos de Maio

de Louis Malle (1999, 107 min.)

Segunda-feira, 23 de Maio, às 21h30
A nova Babilónia

de Grigori Kozintsev e Leonid Trauberg (1929, 120 min.)

Segunda-feira, 30 de Maio, às 21h30
Histórias da Revolução

de Tomaz Gutierrez Alea (1960, 81 min.)

Segunda-feira, 6 de Junho, às 21h30
Os Camisardos

de René Allio (1972, 100 min.)

Segunda-feira, 13 de Junho, às 21h30
S. Miguel tinha um galo

dos Irmãos Taviani (1972, 90 min.)

Segunda-feira, 20 de Junho, às 21h30
Os Inconfidentes

de Joaquim Pedro Andrade (1972, 100 min.)

Segunda-feira, 27 de Junho, às 21h30
Juarez

de William Dieterle (1939, 125 min.)

0 comentários:

Sabrina D. Marques © 2005-2015. Com tecnologia do Blogger.

Archives