terça-feira, 24 de março de 2009

Que me salvem os outros da minha própria dormência




Busby Berkeley
Yes, Yes.: Eddie Cantor (1931)




Foi como cineasta e coreógrafo que o norte-americano Busby Berkeley (1895 -1976) se notabilizou, encenando na tela as mais extravagantes e elaboradas coreografias, em plena era pós-depressão. Mestre do efeito caleidoscópico e perito do topshot, revolucionou o género musical em célebres títulos da Warner e da Metro: "Gold diggers"(1933), 42nd. Street. (1933), Idílio em dó-ré-mi (1942), Entre a loura e a morena (1943), A bela ditadora (1949), conseguindo, em especial, efeitos espetaculares nas produções assinadas por Esther Williams.

Sem comentários: